Arquivo da tag: turismo

London Photo Tour: Lara by the Afternoon

 

Anúncios

London Photo Tour: Lara

Roteiro de viagem: Caraíva / BA

Caraíva está situada no extremo sul da Bahia, na ponta da reserva de Monte Pascoal e a cerca de 30km de estrada de terra a partir de Trancoso. O lugarejo é relativamente isolado e todos os meios de acesso são de terra, a não ser que esteja considerando helicóptero ou barco para chegar lá. Carros não entram na cidade e os diversos estacionamentos à beira da travessia do rio cobram R$5 pela diária. A travessia é feita em pequenas canoas (R$ 2,50 por pessoa) e uma vez do outro lado as ruas são todas de areia e a opção de transporte de pessoas ou bagagem são as carroças. A vila é pequena e dá pra ir a pé a qualquer lugar. Uma dica importante é se programar pra chegar lá ainda com bastante luz do dia, especialmente se for a sua primeira vez. Malas com rodinhas são inúteis, então o melhor é contar com um mochilão mesmo.

Continuar lendo Roteiro de viagem: Caraíva / BA

ESTRADA REAL PARTE I – CARRANCAS / MG

mosaico roteiro carrancas

Para ver o álbum de fotos com outras imagens deste roteiro,
clique nos links:

Álbum de fotos:

Estrada Real Parte I – Carrancas

&

Outras fotos do roteiro: Congonhas, SJD’Rei e Tiradentes

———

 . mapa bh - carrancas mg - alefilizzola Clique aqui para ver no Google Maps este mapa em detalhes. .

Partindo de Belo Horizonte, são aproximadamente 250 km indo pela BR 040 e passando por São João Del Rei (SJDR). O asfalto é bom na maior parte do caminho, exigindo muita atenção apenas nos 30 km entre SJDR e Itutinga, pois está repleto de crateras muito profundas e que chegam a atravessar toda a pista. No mais, está tranqüilo. Na volta, resolvemos evitar a “buraqueira” e conhecer um novo percurso que tem praticamente a mesma distância. Desviamos rumo a Nazareno, Bom Sucesso e pegamos a 381 seguindo até BH. Há também um caminho alternativo, seguindo pela Fernão Dias e passando por Lavras. Esse eu não vi como está, mas me disseram que o trecho entre Lavras e Itutinga está tão ruim como o entre SJDR e Itutinga.

Eu preferi sair de BH pela BR040, pois o objetivo era muito maior do que simplesmente chegar a Carrancas, era ir curtindo o caminho também. Sendo assim, saímos com o dia raiando de BH e só fomos chegar à pousada já no fim do dia.

Parodiando um pouco uma frase que recebi estes dias num e-mail enviado por uma amiga e atribuída a Chamalú, um índio quéchua:

Declaro-me vivo! A chegada não importa, o caminho e a meta são a mesma coisa. Não precisamos correr para lugar algum, apenas rodar cada quilômetro com plena consciência.

Continuar lendo ESTRADA REAL PARTE I – CARRANCAS / MG

3Bs e 1P (Belém, Palmas, Brasília e Belo Horizonte)

 
mapa-belem-palmas-bh2

Entre os dias 5 e 8 de março de 2009, percorri, a partir de Belém, o caminho de volta para Belo Horizonte, com uma diferença do percurso que fiz em janeiro: ao invés de seguir direto pela Belém-Brasília, fiz o desvio passando por Palmas/TO e cruzando a Chapada dos Veadeiros. Posso dizer, sem sombra de dúvidas, que este itinerário é bem melhor e mais agradável.
  Continuar lendo 3Bs e 1P (Belém, Palmas, Brasília e Belo Horizonte)

TCM 04 – Olhando Belém (jun 2008)

 marca-olhando-belem-c-area-maior-de-protecao-rgb

 layout-postais-olhando-belem-redux

Sobre a concepção deste trabalho

 

A capital paraense apresenta uma característica peculiar e em contra-senso com o que ocorre na maioria das cidades banhadas pelo mar — no caso de Belém, um “rio-mar”, as águas da Baia do Guajará — e com exuberantes recursos naturais: ela cresceu “de costas” para eles.

  Continuar lendo TCM 04 – Olhando Belém (jun 2008)

TCM 03 – Círio: fé e arte de um povo (nov 2007)

 

jornal-anuncio-tcc-cirio-2007-redux

marca-tcm-cirio-2007

 

O desafio era desenvolver uma campanha de divulgação do Círio de Nazaré para além das divisas do estado do Pará, onde ele acontece. Foi um projeto de caráter experimental que causou alguma polêmica, brincando com a profusão de elementos e cores tão características desta festa.

O Círio de Nazaré foi trabalhado de maneira abrangente, destacando suas principais referências, através de imagens expressivas, e informando sobre seu significado com breves textos de apoio.

O objetivo da campanha desenvolvida é familiarizar a população brasileira com este evento e divulgar valores da cultura e identidade paraense, através de uma abordagem institucional, e preparando terreno para que, no futuro, ações promocionais sejam realizadas.

Este trabalho foi realizado sob a orientação da Professora e Coordenadora Marina Castro, do curso de Produção Publicitária da FAZ, Belém, Pará, durante o segundo semestre de 2007.

Continuar lendo TCM 03 – Círio: fé e arte de um povo (nov 2007)