Arquivo da tag: Photo

In the dark room

It wasn’t my first time in the darkroom. When I was studying Graphic Design, I had this class as part of my photography programme during the graduation. At that time, it was a curiosity, but I never felt like doing it my self. It was more convenient to source professional labs to have your pictures developed. Yes, I’ve seen the world before the internet! – and analogue film cameras were the standard back then. 

Developing my own film seemed to me as a luxury, and an amount of time and money that I couldn’t afford it. Then, the first digital cameras came. They were quite rubbish at the beginning, at least the affordable ones. It took some time before I had my first digital camera. However, since then, I never felt like coming back to the old film. I’ve got immediately engaged with the digital photography world. It was amazing to see the images while you were shooting and so practical to just download them straightway to the computer. And guess what: your memory card was the limit! You could take as many shots as you would like to without worrying about the restricted number of exposures on the film. This, to say the least. Post processing images in photoshop was almost like magic. A whole universe of different papers and layouts were unveiled ahead.

Many years have passed and I witnessed the raise of lomography dragging with it a horde of excited enthusiasts looking forward to emulating Instagram filters with film. I have been aways a bit sceptical about what has driven those people to get into really expensive plastic cameras. If these people were craving for the film resolution possibilities, the dynamic range,  or for pure interest about the analogue process, that would’ve made more sense to go after the top ranked second hand film cameras. Second hand top 35mm cameras – and even the larger formats – are still relatively easy to find and chip to buy. I wonder when the next wave will revival the typewriters and turn them into a vintage fever… 

Suddenly, I’ve got myself developing film once more, just few days ago, during the second week of my MA Course… and I enjoyed it so much! It was a mixed feeling of nostalgia and handcrafting, an artistic feeling, really. That’s when, immerse in chemicals and groping in the dark, I caught my self feeling guilty. After all, I was studying for a master’s course and I wasn’t supposed to enjoy it so much. I should be suffering in pain and despair, snowed under books and intangible contents to study – my father would say. 

It is curious how certain activities can bring up to the surface old memories and a bit of self knowledge. I’ve been into creativity activities since ever and working professionally with it since I first entered to the university, when I as 17. Even though, this old ghosts from my upbringing are still there, lurking somewhere in the dark.

Thant might had been a silly thought, but it shocked me raising my attention. This darkroom experience somehow messed up with my head. Now, something is different. Since then, I have been feeling this urge to draw and doodle again… 

After undergoing the darkroom egotrip experience I could reassure that the reasons why I got so into digital photography are still valid and I am not persuaded to move back to film, but I have to admit that it could be a great fun to play around with film now and then.

Tá bonita na Foto?

Por: Alessandro Filizzola

Artigo originalmente publicado pela revista Adriana Chiari Magazine, Edição 15/2019, em Londres.

“As muito feias que me perdoem, mas beleza é fundamental” – já dizia Vinícius de Moraes em uma de suas músicas lá pelo final dos anos 50. Sexismo, chauvinismo, feminismo e tantos outros “ismos” aplicáveis à parte, o mundo mudou muito de lá pra cá. Entretanto, em meio aos avanços sociais e das mídias digitais, toda a feiura será castigada. Ao menos ao que se refere à imagem das empresas e seus produtos.

Nesta era de imagens instantâneas e efêmeras, somos bombardeados impiedosamente pelo excesso constante de informação, que disputa por um fragmento da nossa atenção (sempre tão dispersa). Julgamos o que vemos na mesma fração de segundo em que surfamos pelas páginas da web. Cada instante é decisivo para conquistar ou perder de vez o a atenção do seu cliente. Não há espaço para amadorismos.

Já ouviu falar daquela outra máxima que diz: “Falem mal, mas falem de mim”? – Pois não é bem assim. A não ser que o seu negócio seja chocar e causar polêmica, no fim das contas, o que todos querem é que se fale bem. E veja que o nível visual dos anúncios e posts subiu muito. A todo instante nosso feed de notícias é inundado por fotos dos mais variados assuntos. São pets fofinhos, almoços gourmet, férias paradisíacas… e aquele seu amigo sem noção que fica repassando spans, tragédias, correntes (e discursos intermináveis  – e radicais – sobre política) que você acaba bloqueando e banindo juntamente com anúncios indesejados. A GDPR (General Data Protection Regulamentation) veio para estabelecer um pouco de ordem no bombardeio digital. Sobrecarregar as pessoas com spans e mensagens não solicitadas, antes era apenas falta de bom senso empresarial, que apenas aborrecia e fazia com que os possíveis clientes banissem mensagens indesejadas para as caixas de span; mas agora é ilegal. Ou seja, para se destacar, as postagens e anúncios tem que ser inteligentes e profissionais. Tem que chamar a atenção pela qualidade. E nada chama mais a atenção de imediato que uma boa imagem.

Por um instante imagine que você chega numa festa onde não conhece ninguém. O que chama primeiro a sua atenção? Não tem como ser o caráter ou a conversa agradável de ninguém, pois você ainda teve a oportunidade de conhecê-los. A não ser que você seja portador de alguma necessidade especial que limite os seus sentidos (ou seja um fura festa profissional que já chega vendo de onde saem os garçons com as bebidas e onde está o buffet), certamente o que vai te chamar a atenção de imediato é a aparência. E se estiver solteiro, então… 

“Uma imagem vale mais do que mil palavras” – É exatamente isso. No máximo você tem tempo de adicionar uma legenda rápida. Agora me diga, quais são estas mil palavras que a sua imagem ou do seu produto estão valendo?

Imagens comunicam instantaneamente. Mais da metade do cérebro humano é dedicado exclusivamente ao sentido da visão. Somos seres visuais. Imagine só que a audição, tato, olfato e paladar estão lá disputando os cerca de 40% restantes da sua cabeça simultaneamente com o que mantém você respirando, o seu coração batendo e tudo mais funcionando no seu corpo. E olha que ainda assim, não temos muito controle do que vemos. Cada imagem e percebida diferentemente por diferentes pessoas, pois todos temos diferentes experiências de vida que vão determinar a forma como reagimos a cada estimulo visual e o que ele nos representa. Mas há algo instintivo que permeia a todos e ainda referências culturais comuns que podem ser utilizadas a favor da sua imagem e por aí vai. Mas isso já é assunto para um outro artigo. O que eu quero aqui é só despertar a sua atenção para estas nuances.

Seja qual for o seu produto, o que se deseja é que ele seja bem visto e desejado pelo seu cliente. E, se você usa redes sociais, a sua vida pessoal também se encaixa aqui. Afinal, por que você acha que o povo anda caprichando tanto nas selfies e comprando os celulares top de linha por causa da câmera de última geração?! – Vivemos numa era de imagens. Você pode até achar isso todo muito superficial e questionar estes valores, mas isso não muda o fato de que eles estão aí e são propagados pela cultura de massa. Goste você ou não, este é o mundo em que vivemos. Melhor tentar entendê-lo para melhor lidar com ele.

Nessa altura, talvez você já tenha lembrado de alguns exemplos, possivelmente bem conhecidos por você, de pessoas e empresas de sucesso, que utilizam e gerenciam muito bem as suas imagens públicas e são muito bem sucedidas por isso. Mas vamos a alguns exemplos práticos pra ajudar a ilustrar a ideia: Airbnb, Red Bull e aquela celebridade instantânea.

Conhece alguém que quando sai de férias já começa logo a pesquisar o melhor lugar para ficar? Até recentemente para fazer isso só era possível através de uma agência de viagens. Mas hoje, com as facilidades de um mundo cada vez mais conectado pela internet, fica fácil pesquisar por você mesmo. Eu mesmo, enquanto estou escrevendo este artigo, estou aqui confortavelmente instalado no centro histórico da Cidade do Panamá, de frente pro mar em um apartamento de temporada que encontrei pelo Airbnb. Esse aplicativo surgiu baseado em um novo modelo de  negócios: facilitar o aluguel de imóveis para turistas negociando diretamente com os locatários. E o Airbnb é o líder disparado deste seguimento. Mas você arriscaria dizer qual foi a decisão que catapultou este aplicativo para esta liderança? Você pode até achar que foi o aplicativo em si, mas não. Havia e há outros aplicativos semelhantes no mercado. A decisão diferenciada que fez o negocio prosperar foi a de estabelecer uma rede de fotógrafos profissionais para garantir imagens atrativas e que representassem bem os imóveis anunciados. A grande sacada foi perceber que, não interessa quão bom seja o aplicativo, se os clientes não se sentem estimulados a reservar devido às fotos de baixa qualidade que os locatários enviavam. A partir desta constatação e da contratação de profissionais, o Airbnb saltou da vala dos comuns para a liderança do mercado.

Outro caso icônico é o de uma empresa obscura de energéticos da Áustria, que com o slogan dizendo “dar asas” aos seus consumidores, decidiu investir pesado em esportes radicais e à beleza monumental da fotografia associadas à sua marca. Hoje esta empresa, não só é a líder mundial da venda de energéticos, como  ela goza do luxo de ter, não uma, mas duas equipes de Formula 1, times de futebol e tantas outras equipes de ponta para promover a imagem dos seus produtos. Quase que certamente, você já tomou, ou pensou em tomar, um Red Bull quando precisou do up de umas “asas”.

E quanto à aquela celebridade que é famosa só por ser famosa? Bem, nem precisa citar o nome de uma específica, pois há várias. Entretanto, a fórmula do sucesso é uma só: exposição e acessoria de imagem cuidadosamente produzida e divulgada pela mídia.

Imagem é coisa séria e vai muito além do simples “bom gosto” ou de ter uma boa câmera. Existe muito estudo e técnica envolvidos em uma campanha de sucesso. Designers e fotógrafos qualificados levam anos se aperfeiçoando para isto. Eles não só conhecem o equipamento e recursos tecnológicos disponíveis, mas também dominam conceitos como o da diagramação, composição, estética, direção, iluminação, psicologia das cores e semiótica (só pra citar alguns) para garantir as melhores chances para o sucesso do seu produto. Quando se quer construir uma casa ou se precisa ir ao médico, sempre se recorre a um profissional que se formou para isto. Ninguém quer correr o risco da casa desabar ou ser sua saúde entregue à sorte. Por que não fazer o mesmo quando se trata da divulgação das empresas?

No universo de glamour e exaltação visual ao nosso redor, “aparecer bem na foto”, mais que uma obrigação, é uma questão de sobrevivência. E, depois de tantas citações, vale parafrasear novamente o saudoso poeta: As “publicações” muito feias que me perdoem, mas beleza é fundamental.

Portrait: Carol / Brazil

The World Around in a Nutshell.
London Photo Tour.
Photo: Alessandro Filizzola.

 

 

.

 

Portrait: Sunny / Korea

The World Around in a Nutshell.
The Kitchen Portraits.
Photo: Alessandro Filizzola.

 

 

.

 

Portrait: Larissa / Brazil

The World Around in a Nutshell.
The Kitchen Portraits.
Photo: Alessandro Filizzola.

 

 

 

.

 

Street Portrait: Chun Yu / Taiwan

Street Portrait – Photo Essay
Model: Chun Yu / Taiwan
Photo: Alessandro Filizzola

 

 

.

 

Portrait: Yasemin / Turkey

The World Around in a Nutshell.
The Kitchen Portraits.
Photo: Alessandro Filizzola.

 

 

.

 

Portrait: Francesco / Italy

The World Around in a Nutshell.
Photo: Alessandro Filizzola

 

 

 

 

Portrait: Fábio / Brazil

The World Around in a Nutshell.
Photo: Alessandro Filizzola

 

Portrait: Daline / Brazil

The World Around in a Nutshell.
Photo: Alessandro Filizzola

 

Alessandro’s photo exhibition: the capture of emotions, attitudes, lifestyle, symbols and social environment

invitation Alessandro Filizzola

FAVELA ARTS

Media Release

Alessandro Filizzola – Portraits: the capture of emotions, attitudes, lifestyle, symbols and social environment 

London, UK – Alessandro Filizzola Portraits: the capture of emotions, attitudes, lifestyle, symbols and social environment – is a solo exhibition and will be on view at the Favela Arts Gallery in Made Brasil Boteco starting on February 21th. Inspired by the diversity and people’s relationships with environment, lifestyles and emotions, Filizzola captures portraits with the aim of register cultural sensitivity. The photographs reveal his journeys and encounters, poetically addressed by photographic techniques. This exhibition aims to show and discuss a broad selection of his work, with a variety of themes, subjects and perceptions.

Filizzola is a Brazilian artist who focuses his work on the portraiture art. He was honoured with the Press Award UK prize as the outstanding Brazilian photographer in London in 2017. As a photographer in Brazil, he worked with the Red Cross in the Amazon Rainforest and as a cofounder in the “Know to Preserve” project where we registered the cultural and historical heritage in traditional communities as a pillar for their sustainable development. In the UK, he is exploring the opportunity to teach photography and act as a documentarist photographer on behalf of different social organizations working with refugees and youth groups from deprived backgrounds among others.

Clara Rocha – independent curator

WHEN

Opening Night: Wednesday 21st February 2018 – 7 – 9:30pm

Exhibition on from 21st February to 21st March 2018 

Opened daily from 5pm –till late, Saturdays/Sundays from 12pm-till late

WHERE

Made in Brasil Boteco – Favela Arts Gallery 

48 Chalk Farm road, NW1 8AJ

 

CONTACT

Barbora Paziam (favelaarts@madeinbrasil.co.uk)

Clara Rocha (mariaclara.mrocha@gmail.com) | 2ndencounter.com

Alessandro Filizzola www.alefilizzola.com

 

 

 

Portrait: Elliot / United Kingdom

Shaolin Temple – London
Photo: Alessandro Filizzola.

 

 

Portrait: Canan / Turkey

The World Around in a Nutshell.
The Kitchen Portraits.
Photo: Alessandro Filizzola.

 

Continuar lendo Portrait: Canan / Turkey

Portrait: Art / Kosovo

The World Around in a Nutshell.
The Kitchen Portraits.
Photo: Alessandro Filizzola.

 

Portrait: Letícia / Brazil

The World Around in a Nutshell.
Photo: Alessandro Filizzola

 

Portrait: Leo / Brazil

The world around in a nutshell.
Photo: Alessandro Filizzola

 

Portrait: Daniel / Spain

The world around in a nutshell.
Photos: Alessandro Filizzola

Portrait: Azat / Kazakhstan

The world around in a nutshell.
Photo: Alessandro Filizzola

Winner: PRESS AWARD UK 2017

I am feeling very proud of being elected as the winner on the Photography category on the Press Award UK 2017.

I was nominated as one of the outstanding Brazilian photographers in London who, among the other highlighted artists, has featured his contribution to promote the Brazilian Culture as well as a positive image of both Brazil and Brazilians and their activities overseas.

My many thanks to the board for this award and for all that honored me with their vote and support through the whole fases of the award. The first fase was being nominated by one member of the special jury; the second fase was by popular election and the 3 finalists for each category went to the selection by the technical jury.

Continuar lendo Winner: PRESS AWARD UK 2017

Portrait: Jiwon

London Photo Tour: Lara

Diana Oliveira London Fashion Trip

 

Photo Portraits Workshop

 

Mat & Ju: Family Portraits

Oriane Portraits

Oriane Portraits
London / Summer 2016
Photo: Alessandro Filizzola

 

 

 

 

 

Taly Portraits

Taly Portraits
London / Summer 2016
Photo: Alessandro Filizzola

 

 

 

 

Wedding: Bio and João

What a great satisfaction to shoot this dearest couple during their wedding day at the Palacio do Bussaco in Coimbra, Portugal. Here follows a little taster of this great day. We wish all the happiness and the best in the world in your life together!

Photography: Ale Filizzola and Tatiana Eisenberg

Esperando Asdrúbal

A espera do primeiro filho é algo único. E para manter o suspense sobre a escolha do nome, este descolado e querido casal inventou uma brincadeira ao adotar um inusitado pseudônimo: “Nossa, já está chegando a hora, né?! Já pensaram em como irá se chamar? – Asdrúbal”. 😀

Essa é só uma provinha das imagens deste ensaio que foi repleto de diversão, entrega e afeto. Aos futuros jovens pais, muito obrigado pela confiança e pela incrível recepção que tivemos.

Fotografia: Alessandro Filizzola e Tatiana Eisenberg

 

Continuar lendo Esperando Asdrúbal

Vou para o Louvre!

exposure flyer rio preto alefilizzola

Bela foto! Mas quem és tu, foto?” – me perguntou um grande amigo sintetizando a dúvida recorrente. Aí eu respondi: “se for botar reparo, meu amigo, verá que é uma imagem da corredeira sobre o fundo do Rio Preto, onde umas algas dançarinas, fixas sobre às pedras, em um espetáculo de movimentos mui impressionistas. Só que nada disso importa, o que vale mesmo é o que você viu e o que ela te despertou. Fico muito feliz de saber de tantos que viram além do rio”.

Continuar lendo Vou para o Louvre!

Visagens

“Aparições de um universo simbólico e místico, por vezes aterrorizante. A este mundo entregamos nossas almas em sonhos e delírios do que cremos, do que somos e do que vivemos. Prelúdios da morte? Prenúncios da vida?”

Continuar lendo Visagens